Início » Deformidade em Pescoço de Cisne

Deformidade em Pescoço de Cisne

Deformidade em pescoço de cisne ou swan neck pode ter diversas causas. O tratamento vai variar de acordo com o problema de base e o estágio da deformidade.

O que é a deformidade em pescoço de cisne (swan neck)?

É uma deformidade do dedo em que ocorre flexão da articulação interfalangeana distal (ponta do dedo dobrada) e hiperextensão da articulação interfalangeana proximal (articulação do meio do dedo fica muito esticada).

Deformidade em pescoço de cisne | Dra. Renata Paulos
Figura: Deformidade em pescoço de cisne. Adaptada de orthogate.com

O que causa a deformidade em pescoço de cisne?

 Ocorre um desbalanço da parte extensora dos dedos, que pode ter diversas causas, como:

  • Mão reumatoide (artrite reumatoide, lúpus).
  • Espasticidade (paralisia cerebral, sequela de AVC, lesão medular/tetraplegia).
  • Dedo em martelo crônico (para ler sobre dedo em martelo clique aqui).
  • Outras lesões traumáticas, como lesões da articulação interfalangeana proximal, com lesão da placa volar e algumas lesões do tendão flexor superficial do dedo.
  • Também pode ser causada por hipermobilidade do paciente. Há pessoas que quando “forçam” a extensão dos dedos, apresentam a deformidade.
  • Pode, ainda, estar relacionada a algumas síndromes.
Dedos com deformidade grave em pescoço de cisne
Figura: Dedos com deformidade em pescoço de cisne (swan neck)

Quais são os sintomas do dedo em pescoço de cisne/ swan neck?

Além da deformidade característica, com hiperextensão da articulação interfalangeana proximal (a que fica no meio do dedo) e flexão da articulação interfalangeana distal (a ponta do dedo fica caída), o paciente pode apresentar dificuldade para dobrar o dedo, principalmente para iniciar a flexão.

Muitas vezes há também queixa de sensação de ressalto ao dobrar o dedo.

Deformidades mais antigas podem se tornar rígidas e pode existir artrose nas articulações.

No exame físico, a mobilidade de todas as articulações do dedo deve ser avaliada. Deve-se observar também se a amplitude de movimento de uma articulação muda dependendo da posição de outra articulação.

Quais exames são solicitados?

O exame mais utilizado para avaliação é o Raio X.

Dependendo do caso, outros exames também podem ser necessários.

Como é o tratamento da deformidade em pescoço de cisne?

O tratamento varia muito dependendo da causa do problema. Por este motivo, acompanhamento com médico especialista é fundamental. Por meio de uma história detalhada e de um exame físico cuidadoso, o médico entenderá a possível origem da deformidade.

Órteses que limitam a hiperextensão da articulação do meio do dedo (interfalangeana proximal) podem ser indicadas inicialmente. Essas órteses podem ser feitas de diversos materiais. Há algumas feitas de prata e que se assemelham a anéis.

Exemplos de imobilização para dedo em pescoço de cisne.
Figura: exemplos de imobilização “oval em 8” para dedo em pescoço de cisne.

Reabilitação com terapeutas de mão costuma ser indicada também, em especial para ganho de amplitude de movimento em articulações que estão ficando rígidas.

Quando o problema inicial foi dedo em martelo, dependendo do tempo de lesão, podemos tratar com imobilização (mais focada na “ponta do dedo” ) ou com tratamento cirúrgico.

Quando indicamos cirurgia, diversas técnicas existem. A escolha dependerá da causa e estágio do problema. Grande parte das técnicas tem como objetivo principal restringir a hiperextensão da articulação interfalangeana proximal, fazendo com que o mecanismo extensor consiga trabalhar de forma mais balanceada.

Outras deformidades dos dedos:

Procura informações de outras deformidades dos dedos?

Importante: Todo tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa. O Núcleo de Ortopedia Especializada possui especialistas renomados em todas as áreas da Ortopedia moderna. Consulte um ortopedista especialista em mãos.


Referências:
Greens Operative Hand Surgery
McKeon, K. E., & Lee, D. H. (2015). Posttraumatic Boutonnière and Swan Neck Deformities. Journal of the American Academy of Orthopaedic Surgeons, 23(10), 623–632.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
Rolar para cima