Especialista em Cirurgia da Mão em São Paulo – Dra Renata Paulos

Qual a área de atuação de um especialista em cirurgia da mão?

Para iniciar, é importante destacar que a formação do especialista é em cirurgia da mão e microcirurgia. Por esse motivo, a área de atuação do cirurgião da mão é muito ampla.

Além de tratar, de forma clínica ou cirúrgica (a depender de cada caso), as patologias da mão, punho e antebraço, o especialista em cirurgia da mão trata problemas de nervos periféricos independente da sua localização. Como exemplo, podemos citar as lesões do plexo braquial  (nervos no pescoço) ou lesões cortantes que precisem ser reparadas, mesmo que nos membros inferiores.

O especialista em cirurgia da mão e microcirurgia trata também falhas de cobertura dos membros, isto é, partes em que a pele não está íntegra e, desta forma, estruturas mais profundas ficam expostas e sem proteção. Isso pode ocorrer decorrente de acidentes, devido a infecções ou complicação após algumas cirurgias.

O especialista em cirurgia da mão trata pacientes de todas as idades.

Dra. Renata Paulos - Cirurgia da Mão e Microcirurgia

A cirurgia da mão é uma especialidade que exige muita precisão e delicadeza. Por tratar de estruturas pequenas, os cirurgiões da mão costumam operar usando lupas de magnificação. Na foto, Dra Renata durante uma cirurgia.

Para poder fazer a residência de cirurgia da mão e microcirurgia, o médico precisa ter feito primeiramente residência de Ortopedia e Traumatologia (ou cirurgia plástica).

Quais os principais problemas tratados pelo especialista em cirurgia da mão e microcirurgia? (Colocar os backlinks)

Importante destacar que nem tudo deve ser tratado com cirurgia! O especialista em cirurgia da mão avalia caso a caso para poder realizar o melhor tratamento possível e esse, grande parte das vezes, não é cirúrgico.

Dra. Renata Paulos - Cirurgia da Mão e Microcirurgia

A Dra Renata Paulos fez sua formação na USP (faculdade; residência em Ortopedia e Traumatologia; residência em Cirurgia da Mão e Microcirurgia) e também no exterior (França, Luxemburgo e Suíça).

No exterior, fez estágios com professores renomados e também estudou em universidade. Possui diploma de Cirurgia da Mão da Sorbonne Universités (Paris).

Desde a entrada na faculdade até terminar sua formação em cirurgia da mão, foram 13 anos de estudo e dedicação, finalizados com a Dra Renata Paulos conquistando o primeiro lugar na prova de título de especialista em cirurgia da mão.

Na realidade, os estudos não pararam por aí… Dra Renata Paulos mantém-se em constante atualização e, além disso, fez seu Doutorado na Faculdade de Medicina da USP, aprofundando seus conhecimentos sobre lesão de nervos.

Atualmente é médica do grupo da mão e microcirurgia do Hospital das Clínicas (HC- USP) e também faz parte do corpo clínico dos hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês, Vila Nova Star, Nove de Julho e Samaritano.

Dra. Renata Paulos - Cirurgia da Mão e Microcirurgia

Dra Renata Paulos durante uma cirurgia. (Registro feito por Stela Murgel)

Referências:
Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia 
Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão 

FAQ

1. Quanto tempo dura uma cirurgia na mão?

O tempo de duração da cirurgia dependerá do problema envolvido. Há cirurgias que são mais simples e muito rápidas e há algumas complexas que podem demorar diversas horas (como alguns reimplantes por exemplo).

2. Como fazer curativo em cirurgia na mão?

Independente do tipo de cirurgia realizada, é muito importante que o curativo não fique compressivo, para que a vascularização, assim como o funcionamento normal dos nervos, não fiquem prejudicados.
O uso de tipóia está indicado na maior parte dos casos, pois evita que a mão fique “para baixo”, o que pode trazer piora do inchaço e dor.

3. Qual anestesia para cirurgia na mão?

É importante destacar que o médico anestesista avaliará qual o melhor tipo de anestesia para cada paciente, mas, de forma geral, muitas cirurgias são realizadas com sedação ou máscara laríngea (geralmente não há necessidade de anestesia geral com intubação) mais anestesia local. Bloqueio do plexo braquial (anestesia feita diretamente nos nervos perto do pescoço, geralmente guiada por ultrassom) pode ser indicado em alguns casos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *