Início » Formigamento nas mãos: O que fazer?

Formigamento nas mãos: O que fazer?

Dormência ou formigamento nas mãos é um sinal que geralmente está associado à compressão de um nervo e requer atenção. Assim, veja neste artigo as principais causas relacionadas a este sintoma por uma ortopedista especialista em cirurgia da mão e microcirurgia, Dra. Renata Paulos!

Introdução

A dormência ou o formigamento nas mãos é uma condição muito comum, que requer uma avaliação detalhada e cuidadosa para chegar no diagnóstico correto. Somente a partir disto, é possível identificar o tratamento mais adequado a ser instaurado para a condição.

Neste artigo, você entenderá mais sobre as possíveis causas do formigamento e as informações que devem ser levadas em consideração para o diagnóstico. Boa leitura!

Formigamento nas Mãos - Dra. Renata Paulos

Por que minha mão formiga / fica dormente?

Grande parte das vezes, o formigamento da mão ocorre devido a compressão de um nervo. No entanto, existem algumas informações às quais é necessário prestar atenção para ajudar a elucidar o diagnóstico, como:

  • Quais são os dedos que mais formigam?
  • Que horário que aparece o formigamento na mão?
  • A sensibilidade volta ao normal ou já está constantemente alterada?
  • Há alguma atividade específica que desencadeia o formigamento? Ou já notou alguma posição que faça o formigamento piorar?
  • Há perda de força ou de algum movimento, além do formigamento/dormência?

Por que devo saber quais dedos são os que mais formigam?

É muito comum termos a sensação de que a mão formiga como um todo. Entretanto, saber quais dedos formigam predominantemente é uma informação importante para guiar a investigação e o diagnóstico.

Ademais, também é essencial observar se um dos dedos é poupado da sensação de dormência ou formigamento. Isso porque há nervos que são responsáveis pela sensibilidade de um território específico em nossas mãos.

Dessa forma, perceber onde o sintoma está realmente presente ou é preponderante nos ajuda a descobrir qual o nervo acometido.

A figura abaixo mostra os territórios sensitivos de cada nervo na mão. O nervo mediano é o responsável pela sensibilidade da área pintada de amarelo; o nervo ulnar, pela área pintada de lilás e o nervo radial, pela parte rosa.

Nervos da mão que podem ser afetados pelo formigamento das mãos - Dra. Renata Paulos
Referência: imagem adaptada de https://musculoskeletalkey.com/

O que significa o formigamento de cada um dos dedos?

Para entender mais sobre os possíveis diagnósticos que cursam com formigamentos nos dedos, é possível separá-los de acordo com o dedo afetado.

Lembrando que, mesmo que os sintomas estejam fortemente ligados a uma condição específica, é importante destacar que a avaliação especializada é muito importante para descartar outros motivos e determinar o diagnóstico mais preciso.

  • Se os dedos que mais formigam são o polegar, indicador e médio, é possível que seja um caso de síndrome do túnel do carpo.

      Para saber mais sobre a condição, leia este artigo.

  • Se o dedo que mais formiga ou fica dormente é o dedo mínimo, pode se tratar de um quadro de síndrome do túnel cubital.

E quando o formigamento não é predominante apenas na mão ou em algum dedo?

Caso o formigamento não atinja apenas a mão ou alguns dedos e haja a sensação de que há uma faixa dormente desde o braço, bem como piora ao virar o pescoço, é possível que seja um caso de hérnia de disco.

Caso você queira saber mais sobre a condição, leia este artigo. É preciso ressaltar que somente um especialista poderá te auxiliar a obter o diagnóstico mais adequado, então, em caso de formigamento nas mãos, busque um profissional o mais rápido possível.

Que horário que aparece o formigamento na mão? Com que frequência?

Outro dado relevante é saber se o formigamento aparece apenas durante a noite ou se aparece também durante o dia.

Avaliar se a dormência e o formigamento tem sido algo muito frequente ou esporádico também é uma informação importante. Sendo assim, caso esteja sendo um sintoma rotineiro, é fundamental avaliação médica.

Formigamentos nas mãos apenas noturnos e que não aparecem toda noite geralmente tem chance maior de melhora sem cirurgia.

A sensibilidade da mão volta ao normal ou já está constantemente alterada?

O paciente e o médico devem observar este outro ponto relevante. Isso porque, quando a sensibilidade já está prejudicada de forma constante em relação ao outro lado, é um dos indicativos que o tratamento indicado provavelmente será cirúrgico. 

Há alguma atividade específica que desencadeia o formigamento? Ou já notou alguma posição que faça o formigamento piorar?

Observar se existem atividades específicas que desencadeiam os formigamentos nas mãos ou se há alguma posição que piora o sintoma é importante porque algumas posições contribuem com a compressão de determinados nervos.

Por exemplo, a flexão do cotovelo favorece a compressão do nervo ulnar. Já a flexão do punho colabora mais com a compressão do nervo mediano.

Em alguns casos, as atividades que envolvam os braços elevados (como para estender roupa no varal) podem exacerbar sintomas de compressão do plexo braquial.

Há perda de força ou de algum movimento, além do formigamento?

A perda de força, alteração muscular e prejuízo de alguns movimentos são fatores que indicam gravidade. Estes sinais denotam chance alta de necessidade de cirurgia e, além disso, uma recuperação muitas vezes mais difícil.

Tenho formigamento na mão, o que fazer?

Existem alguns cuidados que você deve ter ao notar o formigamento nas mãos, com ou sem atrelamento aos fatores citados acima, eles são:

  • Mudar o posicionamento do membro (Por exemplo, chacoalhar a mão e alternar a posição colocando-a para baixo e para cima é algo automático/instintivo que os pacientes frequentemente fazem, em especial na síndrome do túnel do carpo );


 

Em resumo, o formigamento nas mãos pode ser um sintoma de várias condições, sendo indispensável uma avaliação minuciosa para identificar a causa exata e iniciar o tratamento correto.

Entender as possíveis causas, sinais a serem observados e a importância de um diagnóstico preciso é o primeiro passo para recuperar a qualidade de vida e evitar complicações futuras.

Se você está enfrentando esse desconforto, lembre-se de consultar um ortopedista especialista em cirurgia da mão e punho. Caso seja uma condição relacionada a hérnia de disco, um ortopedista de coluna é o médico mais adequado.

 O Núcleo de Ortopedia tem profissionais experientes em diversas áreas da ortopedia dispostos a te ajudar.

A Dra. Renata Paulos atende seus pacientes em seu consultório particular no Núcleo de Ortopedia.

Agende sua consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
Rolar para cima