Início » Fratura do Metacarpo

Fratura do Metacarpo

Fratura do Metacarpo (osso da mão) é frequentemente fraturado. Dependendo do tipo de fratura, necessita de tratamento cirúrgico.

Qual osso é o metacarpo?

Temos cinco metacarpos na mão. Numerados a partir do polegar ao dedo mínimo (primeiro ao quinto metacarpo). Os metacarpos se localizam entre as falanges (ossos dos dedos) e os pequenos ossos do punho.

Destaque dos metacarpos | Dra. Renata Paulos
Figura com destaque dos metacarpos

Como ocorre a fratura do metacarpo?

Diferentes tipos de trauma podem ocasionar fraturas do metacarpo. Quedas, trauma direto… As fraturas podem ocorrer em qualquer região do osso.

Fraturas ocasionadas por “soco” mais tipicamente ocorrem no colo do quinto metacarpo.

Fraturas do colo do quinto metacarpo | Dra. Renata Paulos
Figura: Fraturas do colo do quinto metacarpo pode ser geradas por trauma devido a “soco” e são conhecidas como “Boxer”. Referência da imagem: https://www.sportsmd.com/

Qual exame é necessário?

O exame solicitado para avaliar fratura do metacarpo é o RX.

Radiografias evidenciando fratura de metacarpos | Dra. Renata Paulos
Radiografias evidenciando fratura de metacarpos.

Em situações específicas, dependendo da localização da fratura, podemos necessitar de outros exames de imagem. De forma geral, o Rx costuma ser suficiente.

Como é escolhido o melhor tratamento para fratura do metacarpo?

Para o tratamento, precisamos levar em conta uma série de fatores, como o tipo de fratura, seu desvio, idade e atividade do paciente.

Para os desvios da fratura, não devem ser levados em conta apenas os vistos no exame de imagem, mas também examinando o paciente! Por isso avaliação especializada é muito importante.

Exemplo de desvio rotacional do dedo | Dra. Renata de Paulos
Figura mostrando exemplo de desvio rotacional do dedo,  que deve ser pesquisado durante o exame físico do paciente. Imagem adaptada de https://www.msdmanuals.com/fr/

Fraturas estáveis e sem desvio podem ser tratadas com imobilização. Esta imobilização pode ser gesso ou uma imobilização feita sob medida, mais leve e confortável.

A depender do desvio da fratura, o melhor tratamento é cirúrgico.
Existem diversas técnicas e diferentes materiais que podem ser usados na fixação da fratura. Durante a consulta, Dra Renata explicará sobre a fratura e qual técnica seria mais indicada.

Alguns exemplos de fraturas fixadas utilizando-se diferentes técnicas e materiais:

Fratura do Metacarpo: Exemplo de fixação intramedular | Dra. Renata Paulos
Figura: exemplo de fixação intramedular
Fratura do Metacarpo: Fixação percutânea com fios transversos | Dra. Renata Paulos
Figura: exemplo de fixação percutânea com fios transversos
Fratura do Metacarpo: Fixação com parafusos | Dra. Renata Paulos
Figura: fixação com parafusos
Fratura do Metacarpo: Fixação com placa e parafusos | Dra. Renata Paulos
Figura: Fixação com placa e parafusos

E se o tratamento inicial não for adequado e o osso colar torto? Tem conserto?

Consolidação viciosa é o nome dado quando um osso “gruda torto”. O tratamento é cirúrgico e consiste em osteotomia (o osso é “quebrado”) e fixação do osso na posição adequada.

A cirurgia é mais complexa / trabalhosa do que uma cirurgia inicial para o tratamento de uma fratura. É necessário planejamento pré operatório, em que será avaliada a melhor técnica a ser empregada para a osteotomia, calculada a melhor localização da angulação dos cortes, e se haverá provável necessidade de enxerto ósseo ou não…

Consolidação viciosa do quinto metacarpo | Dra. Renata Paulos
Figura: Tomografia computadorizada de consolidação viciosa do quinto metacarpo. À direita, reconstrução 3D.
Vídeo mostrando um tipo de “serra especial” para a realização de osteotomia.
Fratura do Metacarpo: Deformidade óssea | Dra. Renata Paulos
Figura mostrando a deformidade óssea pré-operatória e, à direita, imagem do alinhamento ósseo após a osteotomia e fixação com placa e parafusos.

Importante: Todo tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa. O Núcleo de Ortopedia Especializada possui especialistas renomados em todas as áreas da Ortopedia moderna. Consulte um ortopedista especialista em mãos.

FAQ

1. Os materiais utilizados para tratar as fraturas (pinos, parafusos, placas…) precisam ser removidos depois?

Quando utilizamos hastes intramedulares (mini TEN) ou Fios de Kirschner, programamos sempre a retirada do material.
Para placas e parafusos, a remoção é necessária caso o material cause algum incomodo para o paciente, caso contrário, não precisam ser retirados.

2. Fraturei a minha mão e me explicaram que o tratamento tem que ser cirúrgico e imediato. Não posso aguardar alguns dias?

Se a fratura não foi exposta e não há outras lesões, é possível, sim, aguardar alguns dias.

3. Quebrei a mão e quando tento dobrar os dedos, um dedo “encavala” no dedo vizinho. Isso melhora depois que a fratura consolidar?

Não! Isto é o que chamamos de desvio rotacional. Indica que o melhor tratamento para a sua fratura é o cirúrgico.

Dra. Renata Paulos é especialista e trata  todos os tipos de fratura na mão e punho.
Deseja agendar sua consulta? Clique aqui.

Deseja conhecer fraturas comuns no punho?
• Fratura do radio distal
• Fratura do escafóide

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
Rolar para cima