Agendamento: 11 3284-6672 ou WhatsApp
Lesão Do Plexo Braquial | Dra. Renata Paulos

Lesão do plexo braquial

O plexo braquial é formado pelas raízes de C5,C6,C7,C8 e T1, podendo receber contribuição das raízes de C4 (plexo pré-fixado: 22%) ou T1 (plexo pós-fixado: 1%). (De forma simples: é o conjunto de nervos que tem origem no pescoço e que são responsáveis pelos movimentos dos membros superiores)

A grande maioria das lesões é causada por mecanismo de tração, sendo a principal causa acidentes de trânsito (queda de moto).

Essas lesões causam grande prejuízo funcional. Podem ser totais (todo o membro fica paralisado) ou parciais (perda de função do ombro e cotovelo acontece na maior parte dos casos).

Através do exame físico e de exames de imagem, o médico especialista poderá observar o tipo de lesão e se há presença de sinais de mau prognóstico (a cirurgia deve ser mais precoce nesses casos).

 

TRATAMENTOS

O tratamento dependerá da severidade e do tempo de lesão.

 

CIRURGIAS

Cirurgias que abordam diretamente os nervos não podem aguardar longos períodos.

Reconstruções do plexo braquial com enxerto nervoso (geralmente retirado um nervo da perna, chamado sural) e/ou transferências nervosas são comumente utilizadas.

Reconstruções secundárias: Para pacientes vistos tardiamente, em que procedimentos neurológicos não estão mais indicados, há outras opções, como transferências tendíneas, transferência muscular livre, artrodeses. Tais cirurgias podem ser realizadas independente do tempo de lesão.

Dúvidas? Fale com a Dra Renata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *