Início » Mordedura de cães e gatos

Mordedura de cães e gatos

Mordedura de cães e gatos são extremamente comuns, e os seus cuidados muitas vezes vão além do que as pessoas imaginam. Leia mais.

Introdução

Você sabe quais os perigos e o que deve fazer caso seja mordido por um animal? Os cuidados muitas vezes vão além do que as pessoas imaginam, por isso discutiremos nesse artigo sobre os pontos importantes desse tema.

Mordedura de cães e gatos, ou de qualquer outro animal, são extremamente comuns e, diferente do que muitos imaginam, na maior parte das vezes acontecem com animal conhecido da vítima.

Aproximadamente 90% das mordeduras de animais são de cães; gatos contam com aproximadamente 5% e os outros 5% por outros animais.

Fui mordido por um animal. O que devo fazer ?

Lavar o ferimento com água limpa e corrente. Caso o sangramento seja muito intenso, cubra com um pano limpo, realizando compressão no ferimento. Deve-se procurar sempre um pronto-atendimento para avaliação do ferimento e investigar se há algum déficit (como lesão de tendão, lesão de nervo…).

Mordedura de cães e gatos
Se o animal era desconhecido e não se sabe sobre seu status vacinal, há indicação de profilaxia antirrábica.

É necessário checar se a vacinação de tétano da pessoa que foi mordida está em dia também. Além disso é preciso fazer tratamento com antibiótico após lesão por mordedura de animais.

Atenção para mordida de gato!

Apesar de parecer bem menos grave do que mordida de cão, a mordida de gato, apesar de fazer um “machucado menor”, faz infecções graves com uma frequência muito maior!!!!

É frequente que um paciente com uma mordedura de gato que causou apenas um pequeno furinho, necessite de cirurgia devido à infecção causada.

Por este motivo, é muito importante que todos os cuidados necessários sejam tomados e que os pacientes fiquem atentos a alguns sinais, como vermelhidão, dor, inchaço, dificuldade de realizar movimentos e saída de secreção.

Avaliação médica especializada é muito importante.

Por que a mordedura de gato costuma causar mais infecção do que a de cão?

Isto ocorre, principalmente, pelo formato do dente do gato. Por ser mais fino e pontudo, as bactérias atingem as camadas profundas e ficam “fechadas” sob a pele.

Os dentes dos cães possuem um formato mais “rombo”, fazendo com que as feridas fiquem “mais abertas”.

Na mordedura de cão, o machucado em si tende a ser pior e as lesões causadas inicialmente geralmente são mais graves.

ATENÇÃO!

A maioria dos acidentes ocorre com os próprios animais de estimação, sobretudo com as crianças. Essencial conversar muito com os pequenos sobre a importância de respeitar os animais, não mexer na boca deles e tratá-los com carinho.

Mordedura de cães e gatos
** A função deste texto é esclarecer sobre os cuidados que devem ser tomados em caso de mordida e de forma alguma desestimular o convívio com animais de estimação, que traz muito benefícios.

Dra Renata Paulos fez Faculdade de Medicina na USP, possui diploma de Especialista da USP e da Sorbonne Université (Paris). Seu doutorado foi realizado na área de Lesões de Nervo. Atende seus pacientes em seu consultório particular no Núcleo de Ortopedia.

Agende sua consulta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
Rolar para cima