Início » Síndrome do Túnel do Carpo: Tratamento precoce é fundamental

Síndrome do Túnel do Carpo: Tratamento precoce é fundamental

Síndrome do Túnel do Carpo é o resultado da compressão do nervo mediano no punho, causando desconforto, dor e limitação nas atividades. Iniciar o tratamento precoce previne complicações e alivia os sintomas.

Introdução

Você tem sentido com frequência formigamento ou dormência nas mãos? A dor e o desconforto estão impedindo você de desfrutar das suas atividades diárias? Se sim, é possível que você esteja enfrentando uma condição comum, mas frequentemente mal compreendida, chamada Síndrome do Túnel do Carpo (STC).

Neste artigo, exploraremos o que é a STC, suas causas, sintomas e tratamentos eficazes para ajudá-lo a recuperar o controle da saúde das suas mãos.

O que é a síndrome do túnel do carpo?

A Síndrome do Túnel do Carpo é um problema relacionado a um dos nervos que leva sensibilidade e movimento para a mão, chamado de nervo mediano. Quando esse nervo fica comprimido ou irritado, devido a vários fatores, isso leva ao desenvolvimento da síndrome do túnel do carpo.

Em termos mais técnicos, síndrome do túnel do carpo é a neuropatia compressiva do nervo mediano.  Trata-se da síndrome compressiva mais comum.

O que é o túnel do carpo?

O túnel do carpo é uma região anatômica que se localiza no punho. É um canal por onde passam nove tendões e o nervo mediano. O túnel é delimitado por ossos e seu teto é formado pelo ligamento carpal transverso, que é uma estrutura firme, sem grande potencial elástico.

Síndrome do Túnel do Carpo | Dra. Renata Paulos
Figura mostrando o túnel do carpo no punho, com destaque para o nervo mediano.

O nervo mediano é responsável pela sensibilidade, do lado da palma da mão, do polegar, indicador, dedo médio e parte do dedo anelar. E também por certos movimentos dos dedos.

Quais são os sintomas da síndrome do túnel do carpo?

A STC geralmente se manifesta gradualmente e piora com o tempo. Os sintomas comuns incluem:

Dormência ou formigamento: Você pode sentir formigamento ou uma sensação de “alfinetes e agulhas” na mão, especialmente no polegar, indicador e médio. A sensibilidade pode ficar diminuída.

Sentir a mão formigando durante a noite é um dos sintomas mais comuns e pode atrapalhar muito a qualidade de sono.

Síndrome do Túnel do Carpo | Dra. Renata Paulos
Figura mostrando o território cuja sensibilidade pode ser afetada na síndrome do túnel do carpo. Essa é a região em que a sensação de formigamento geralmente ocorre, podendo ser mais acentuada em algum dedo a depender de cada caso.

Fraqueza: A fraqueza na mão pode levar a dificuldades em segurar objetos.

Dor: Você pode sentir dor que se irradia do punho para o antebraço e para a mão, atrapalhando suas tarefas diárias.

Pacientes com estágios avançados podem não ter mais sensibilidade nas polpas digitais, fazendo com que a pessoa não sinta nem sequer uma queimadura.

Quais as causas da síndrome do túnel do carpo?

Geralmente, não há uma causa definida ao certo, mas vários fatores podem contribuir para o desenvolvimento da STC, incluindo:

Condições médicas: Doenças diabetes, hipotireoidismo, insuficiência renal, artrite e outras alterações reumatológicas podem aumentar o risco de desenvolver STC.

Gravidez: Mudanças hormonais durante a gravidez podem causar retenção de líquidos, levando a sintomas de síndrome do túnel do carpo

Tumores ou cistos localizados no punho e que possam causar compressão do nervo.

Fatores anatômicos: Como fraturas prévias ou deformidades no punho

Quais exames são necessários?

O diagnóstico é baseado, principalmente, na história e no exame físico.

De qualquer forma, geralmente solicitamos exames para avaliação do nervo mediano.
Os exames mais comumente utilizados são ultrassonografia e eletroneuromiografia, sendo que o primeiro tem sido o de escolha na maior parte dos casos.

O que o ultrassom irá avaliar?

O ultrassom irá avaliar, basicamente, como está o nervo mediano (se está com o calibre aumentado) e se há tenossinovite/ sinovite no interior do túnel do carpo.

Também é muito útil para avaliar os casos menos frequentes em que há presença de cisto ou alguns tumores no túnel do carpo que podem ser responsáveis pelos sintomas de compressão do nervo.

A área de secção transversa do nervo mediano é considerada normal ate 10mm2. Áreas maiores ou se a diferença do tamanho do nervo no túnel do carpo em comparação com seu tamanho no 1/3 distal do antebraço for maior que 2mm2 são indicativos de síndrome do túnel do carpo.

Quais são as opções de tratamento para Síndrome do Túnel do Carpo?

A boa notícia é que a Síndrome do Túnel do Carpo é tratável e existem várias abordagens que podem aliviar os sintomas.

O tratamento é sempre cirúrgico?

NÃO, o tratamento não é sempre cirúrgico! Muitas vezes conseguimos tratar sem operação, utilizando, basicamente, uma imobilização noturna e medicamento anti-inflamatório.

Como integrantes do tratamento conservador (não cirúrgico), temos:

  • Descanso e modificação da atividade: fazer pausas regulares pode ajudar a aliviar a pressão no nervo mediano, assim como evitar passar longos períodos com o punho fletido.
  • Órtese noturna: Usar uma imobilização no punho durante a noite mantem o punho em uma posição neutra, aliviando os sintomas durante o sono.
  • Medicamentos: Medicamentos anti-inflamatórios podem proporcionar alívio temporário da dor e inflamação.
  • Fisioterapia/Terapia ocupacional: Exercícios específicos de alongamento e mobilização dos tendões e do nervo podem ajudar a reduzir os sintomas.
  • Injeção local de corticosteroide/Infiltração: Utilizada em alguns casos selecionados (não é a primeira opção de tratamento).

*Para definir o tratamento, avaliação especializada é fundamental, pois o grau de a cometimento nervoso deverá ser levado em consideração.

*Nos casos bem frequentes do problema aparecer na gestação, utilizamos a imobilização noturna e geralmente os sintomas melhoram após o puerpério. Quando os sintomas estão muito intensos em mulheres grávidas e não melhoraram com a órtese, podemos realizar uma infiltração.

Quando é necessário realizar a cirurgia da síndrome do túnel do carpo?

O tratamento cirúrgico está indicado nos casos sem melhora com o tratamento conservador; nos casos em que há diminuição da sensibilidade na polpa digital do polegar, indicador ou dedo médio e casos avançados em que há atrofia muscular e prejuízo motor.

Uma das grandes metas da cirurgia é não deixar o problema evoluir e agravar.

A cirurgia faz a sensibilidade voltar ao normal?

Depende… Quanto mais avançado/grave o caso, menor é a chance de recuperação completa. Outros fatores também influenciam na taxa de recuperação, como idade do paciente, problemas de saúde… etc

Obs: Mesmo que a sensibilidade não retorne 100% em casos mais tardios, o tratamento cirúrgico tem o papel muito importante de não permitir que o problema se agrave ainda mais, além de geralmente melhorar o desconforto noturno.

Dicas de prevenção

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Aqui estão algumas dicas práticas para reduzir o risco de desenvolver a Síndrome do Túnel do Carpo:

  • Pratique exercícios: Alongamento e exercícios de mobilidade são muito úteis.
  • Mantenha uma postura adequada: Mantenha os punhos em posição neutra ao digitar ou realizar tarefas repetitivas.
  • Faça pausas frequentes: Dê um descanso às mãos e aos punhos durante atividades que os sobrecarregam.
  • Ergonomia no ambiente de trabalho: Use ferramentas e equipamentos ergonomicamente projetados para reduzir a sobrecarga nas mãos e para não deixar o punho muito dobrado por longos períodos.

Deseja ser avaliado e seguir seu tratamento com a doutora? A Dra. Renata Paulos atende seus pacientes em seu consultório particular no Núcleo de Ortopedia.

Agende sua consulta

FAQ

1. Qual médico realiza a cirurgia da Síndrome do Túnel do Carpo?

O tratamento cirúrgico deve ser realizado por especialistas. Médicos especialistas em mãos e punho realizam a cirurgia. Neurocirurgiões também.

Dra. Renata Paulos é especialista em cirurgia da mão e microcirurgia (formação na USP e na Sorbonne – Paris).

2. Qual é a melhor técnica cirúrgica da Síndrome do Túnel do Carpo? Aberta ou endoscópica?

As duas técnicas trazem bom resultado e os estudos mostram resultado semelhante a longo prazo. Como vantagens, a técnica endoscópica tem incisão menor e geralmente menos dor no pós operatório.

Importante destacar que cada paciente deve ser avaliado individualmente para que possamos analisar se uma das técnicas seria mais apropriada que outra.

3. Vou perder algum movimento com a cirurgia?

Não é esperado perder nenhum movimento com a cirurgia. A atrofia muscular com perda de movimento da mão ocorre em casos avançados que não foram operados no momento oportuno. Essa alteração já está presente antes da cirurgia nos pacientes que a possuem.

Importante destacar que, nos casos severos, a atrofia muscular dificilmente será recuperada com o tratamento cirúrgico da síndrome do túnel do carpo. O objetivo da cirurgia é impedir que o problema evolua ainda mais. Existem procedimentos, além do tratamento da síndrome do túnel do carpo em si, que podem ser realizados para recuperar movimentos, caso haja indicação.

4. Fiz a cirurgia e não melhorei. Isso acontece com frequência?

O habitual é o paciente melhorar com a cirurgia… Se não houve melhora, é preciso uma avaliação cuidadosa, feita por um especialista! É necessário avaliar se o diagnóstico inicial era realmente de síndrome do túnel do carpo ou, se além da síndrome do túnel do carpo, havia outro problema associado.

Algumas pessoas podem apresentar compressão do nervo mediano em outra região do membro superior. Dessa forma, o tratamento deverá ser voltado para isso… Geralmente por meio de exame físico minucioso e exames auxiliares podemos diferenciar as síndromes compressivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress
Rolar para cima