Tumor de Células Gigantes (TCG) da Bainha Tendínea

O tumor de células gigantes (TCG) da bainha tendínea, também chamado de tenossinovite vilonodular pigmentada, xantoma fibroso ou TCG de partes moles é um tumor benigno e é o segundo tumor de partes moles mais comum da mão (em primeiro lugar estão os cistos).

Onde o tumor de células gigantes (TCG) da bainha tendínea costuma aparecer?

O TCG de partes moles geralmente é encontrado na palma da mão e nos dedos, em especial perto da polpa digital. Os dedos mais envolvidos são o polegar, o indicador e o terceiro dedo (dedo médio).

Tumor de células gigantes da bainha tendínea  | Dra. Renata Paulos

Tumor de células gigantes da bainha tendínea  | Dra. Renata Paulos

Exemplo de TGC de partes moles no indicador.

Quais são os sintomas do tumor de células gigantes (TCG) da bainha tendínea?

O TCG de partes moles costuma ter crescimento lento e geralmente é indolor, mas de acordo com sua localização, por ser um tumor ‘firme”, pode gerar incômodo local, principalmente ao pegar objetos. Também pode haver alteração de sensibilidade caso o tumor comprima um nervo digital.

Que exame costuma ser realizado?

A ressonância magnética costuma ser o exame de escolha para avaliação.

Exemplo de imagem de ressonância em que observamos um TCG de partes moles  acometendo a polpa digital (diagnóstico confirmado posteriormente pelo anatomopatológico).

Entretanto, é importante destacar que o diagnóstico final é feito por meio do anatomopatológico.

Como é o seu tratamento?

O tratamento é cirúrgico com ressecção do tumor. No intra-operatório o tumor costuma apresentar aparência típica – com algumas área acastanhadas.

A peça retirada é enviada para realização do anatomopatológico (biópsia), fornecendo o diagnóstico definitivo

Em relação à cirurgia, geralmente não há necessidade de dormir no hospital. A entrada no hospital costuma ser feita 2h antes do horário da cirurgia.

Após a cirurgia, o tumor de células gigantes (TCG) da bainha tendínea pode voltar?

Pode sim! A taxa de recidiva de acordo com a literatura varia de 5-50% (média de aproximadamente 30%).

Em casos em que há alteração do “contorno” ósseo, ocasionada pela pressão realizada pelo tumor, a chance de recidiva é maior, assim como nos casos em que há envolvimento articular.

Importante: Todo tratamento ideal deve ser individualizado e definido após uma avaliação médica criteriosa.
Consulte um ortopedista especialista em mãos.

Referências:
Green’s Operative Hand Surgery

FAQ

1. Tenho medo que possa ser um tumor maligno, é possível?

Uma forma maligna de TCG de bainha tendínea existe, mas não é comum.

2. Como diferenciar o TCG de partes moles de um cisto?

No exame físico a consistência à palpação é diferente. Além disso, os cistos transiluminam e o tumor de células gigantes (TCG) da bainha tendínea (ou tenossinovite vilonodular pigmentada) não. Nos exames de imagem (USG e ressonância), uma lesão sólida é facilmente diferenciada de um cisto.

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *